Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

31.05.13 - Dia 45

Varsóvia

30.05.13 - Dia 44

Imagem
Czestochowa - Varsóvia - 250 km
Fomos cedo para ver a missa, quando chegamos lá descobrimos que primeiro ia sair a procissão de outra igreja e depois teria a missa. Não esperamos. 
Organizamos as coisas, enchemos os tanques de água, acertamos as contas com o camping e partimos. Cruzamos no caminho com a procissão, ainda bem que nessa hora o tempo deu uma estiada.
Viemos por estrada secundária, bem tranquila, com muitas cidades, todas com as igrejas enfeitadas e procissões. Aqui, como na Áustria,  tem muito oratório, crucifixo e imagens de santos nas estradas, e hoje todos com flores e fitas.
Almoçamos muito bem hoje e já compramos para o jantar.
Em Varsóvia estamos no Camping Majawa, disparado o mais caro de todos até agora. E nem é o bicho: apertado, banheiros bem meia-boca, mas com água bem quente...
Falei com Ivy e Iris no Facetime, Silvano dormiu cedo e agora são 01:20 e ainda estou por aqui. Acho que só eu estou acordada no camping...
Boa noite.




29.05.13 - Dia 43

Imagem
Czestochova (PL) - Camping Olenka - 4 km de bicicleta
Amanheceu um dia bonito, com sol e fomos de novo para o Santuário. A cidade na verdade gira em torno desse ponto de peregrinação.
Demos toda a volta pelas muralhas, estão sendo restauradas aos poucos, mas de toda forma estão bem conservadas e cuidadas.
Por fora das muralhas tem todas as estações da Via-sacra, mas ficam no nível das passarelas.  Como eu disse ontem os padres são os guias turísticos e acompanham grupos de crianças em primeira comunhão, escolares, idosos, turistas de outros países: enfim uma demonstração de fé, religiosidade e devoção a toda prova.
Tem um espaço para missa campal com o altar suspenso na parte de trás da Basílica, que está sendo preparado porque amanhã é feriado de Corpus Christi e depois da procissão haverá missa.
Visitamos os museus, os tesouros, exposição, o entorno. Almoçamos por ali mesmo.
Já era tarde quando voltamos para o camping.
Depois de muita insistência do Silvano  para comigo saímos de bicicleta…

28.05.13 - Dia 42

Imagem
Legnickie Pole - Czestochova (PL) - 260 km

Puxa vida! A chuva não  pára... É duro sair da cama, quem me conhece sabe que pela manhã não sou gente, quero dormir...ainda mais com um barulhinho de chuva na orelha. Mas vamos lá, aqui gastamos em euros!
Paramos na igreja que vimos ontem mas estava fechada.
Do nada surgiu uma mulher que se pôs a falar em polonês e eu entendia que ela ia abrir a porta para nós. Só que ela ia e voltava e falava, falava. Na terceira vez ela fêz o gesto conhecido mundialmente: esfregava uns dedos nos outros, ou seja, pedia $$ para abrir. Nisso o Silvano estava chegando e ele voltou para pegar o $$. A mulher saiu voando atrás dele quando viu que ia sair alguma coisa para ela. Só que como eu sou mais maldosa falei para o Silvano dar depois, mas como ele é "bonzinho" deu antes e fomos para a porta da igreja.
Chovia, chovia e a gente esperando ...quando fui olhar a mulher já estava indo embora. Silvano gritou e ela despencou novamente a falar...uma novela...S…

27.05.13 - Dia 41

Imagem
Berlim (D) - Legnickie Pole (PL) - 295 km
Aos amigos de Berlim que nos apoiaram, ajudaram, incentivaram o nosso muito obrigado por tudo, mas tudo mesmo. Obrigada pela paciência, estímulo e disposição.
Saímos por volta de 11:00. Paramos numa cafeteria, comprei pão, cozinhei as salsichas brancas e comemos com muita mostarda adocicada. Uma delícia!
Cochilamos um pouco e partimos. Tudo ia bem...
Aí entramos na Polônia e as estradas se acabaram. Por uma fração de tempo pensei que tínhamos entrado na máquina do tempo e estávamos no torrão querido: Brasil.
Na fronteira o Silvano trocou $$, aqui na Polônia usam o PLN=Zloty, fizemos câmbio de euros x zloty (10 euros = 42 PLN).
A estrada é de concreto e entre uma placa e outra tem desnível, remendo e buracos, apesar de ser pista dupla. A pista dupla que vem para a Alemanha está nova e brilhando....ficamos sem entender porque arrumaram um lado e ignoraram outro. Foram +- 70 km em muito tempo, paramos 2 vezes para ver se as bicicletas estavam no lugar.