Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

77.dia - Florianópolis

Imagem
30.09.2011
Levantei 10:00 hs para tomar café em conjunto.
Depois das 13:00 fomos para a Lagoa da Conceição dar um giro. O trânsito da ilha é muito complicado para quem é de fora, ruas e estradas se cruzam o tempo todo, estradas estreitas, simples e com congestionamentos!  Imagine no verão! Rodamos um pouco e paramos para almoçar no Barba Negra, na orla da Lagoa. Cardápio: sequência de camarão e anchova grelhada.
Subimos ao Mirante e o tempo já estava começando a virar: fechou com muita nuvem e vento.
Voltamos para casa para fazer as tortas para a reunião da noite. Márcia fez torta de frango e de abobrinha (uma delícia!), a Orilda trouxe de queijo e de beringela.
Depois das 20:00 o pessoal começou a chegar...
Assistimos alguns trechos do Rock in Rio e fomos dormir quase 04:00 hs.
Até amanhã.

Floripa - Lagoa da Conceição
Canto da Lagoa
Tuca

76.dia - Florianópolis

29.09.2011
Dia de ficar em casa sem fazer nada... quer dizer, não fazer nada também cansa ...
Conversamos, almoçamos, sesteamos, tomamos café, conversamos, jantamos e fomos deitar muito tarde.
Pelo jeito não vamos conseguir ir embora amanhã. A Tuca (mulher do Marcelo) faz aniversário amanhã e tem reunião na casa da Márcia e Coutinho. No sábado tem a comemoração em um bar do Ribeirão da Ilha, a parte sul e mais antiga da ilha.
Por hoje é só ...
Beijos.

75.dia - Registro (SP) - Florianópolis (SC)

Imagem
28.09.2011
Não tem jeito de sair cedinho, por mais que se tente sempre enrosca. Tomamos café e levantamos acampamento 09:40.
A estrada de modo geral tem mais trechos melhores que piores. As cidades na beira da rodovia tenho a impressão que estão mais desenvolvidas. O Vale do Ribeira sempre foi a parte mais pobre do estado de São Paulo, mas aparentemente as cidades estão com melhor aspecto...preciso conferir esses dados de desenvolvimento se a impressão bate com a realidade.
Passamos por Registro, muita serra, congestionamento por causa de acidentes e muito mais caminhão do que carro.
Passa-se ao largo de Curitiba pelo Contorno Viário e paramos para almoçar:
o carreteiro de segunda mais salada. Sesteamos e partimos.
Já em Santa Catarina telefonei para avisar o Coutinho e Márcia que estávamos indo para a casa deles. Tudo ok.
Paramos em um quiosque que serve pastel frito na hora (já nosso conhecido) e caldo de cana.
E tome chão prá rodar. Joinville, Itajaí, Camboriú já de noite. Tenho a…

74.dia - Piracaia - Registro

Imagem
27.09.2011
Teve de tudo para não viajarmos hoje: rolou chantagem, pressão, chantagenzinha... a Flávia tinha procedimento médico em Atibaia e disse que se nós fôssemos embora hoje ela não iria ao médico...
No fim entre mortos e feridos ficou resolvido que íamos embora hoje.
Silvano fez carreteiro com a carne que sobrou do churrasco de domingo, Flávia fez a salada e fritas mais o feijão que já tinha. Na verdade tinha mais carne que arroz, mas ficou bem bom.
Depois do almoço Flávia e Rui foram para Atibaia e ficamos na promessa de esperar eles voltarem.
Sesteamos, organizamos tudo e ficamos no aguardo. Chegaram depois das 15:00, fomos tomar café e as despedidas.
Saímos de Piracaia 16:45 hs, com previsão de andar 300 km até Jacupiranga, no Vale do Ribeira.
Em Mairiporã entramos para o Rodoanel na hora do rush, bastante movimento. Entramos na Régis Bittencourt já passava das 19:00. Prá variar há de tudo: asfalto ruim, trechos bom, muito caminhão, a serra sem duplicar, trechos duplicados, p…

73.dia - Piracaia

26.09.2011
Segundona, dia de trabalhar para quem trabalha, ressaquinha de alguns, preguiça de outros ...
Hora do almoço: chester do Fábio que a Flávia fez com muito capricho e estava bem gostoso. Alex veio almoçar conosco.
Voltando ao almoço de ontem, é bem como o Fábio comentou : rodízio de cervejas com 2 tipos de carne...
À tarde fomos ao Alambique do Dionísio com o Rui, Flávia, Victor e crianças.
E vamos comprar cachaça: uma mais encorpada, uma mais descansada, aquela é a melhor que já tomei, essa queima, aquela não...enfim desculpas mil para comprar mais uma cachacinha.
Mateus, Cássia e as crianças também lancharam conosco.
Conversamos com Fábio e Alex depois da faculdade.
Preparar as coisas para ir embora amanhã.
Boa noite.







72.dia - Piracaia

Imagem
25.09.2011 - domingo
Domingo dia de churrasco. O convescote foi na casa do Fábio, quase tinha mais modelos de cerveja do que carne...cervejas Petra, Barley, Backer, Teresópolis, de trigo, pale ale, pilsen, weiss, stout, etc... mas rendeu muita risada, comilança e beberagens.
Antes de começar o churrasco fomos (Rui, Victor, Sil, eu, Elis e Luiza) ao Alambique do Lafayette. Caipirinha com gengibre, hortelã e limão: uma delícia!
O resultado: oito da noite vários estavam dormindo e só acordaram na segunda-feira.
Lanchamos com a Flávia e o Rui.
Boa noite.

Adega do Lafayette - Luiza,Victor, Lucas,Rui,Silvano e Elis
Flávia,Cássia,Rui e Cleci Churrasco - Silvano,Lucas,Victor,Matheus e Alex

71.dia - Lençóis Paulista - Piracaia

24.09.2011 - sábado
O dia foi movimentado. Mercado, porta, campainha, crianças, visitas. Que tumulto!! Resultado: levantei de madrugada (10:00) com as crianças do Júnior correndo atrás da gata...mas tudo bem!
O combinado: D. Lourdes faria a macarronada, Marília e Rita a salada e Inês a carne de porco. E todos trariam sobremesa!
Como tinha pouca gente e não foi combinado com antecedência não tinha 30 pessoas...!!!...de improviso é fogo, vem pouca gente mesmo (para gente como eu - filha única - isso é congestionamento na Avenida paulista, mas entre mortos e feridos correu tudo bem.
Depois de tanta sobremesa: morangos em calda, banana em calda, sorvete de flocos, bolo gelado, bolo de maçã, 3 pudins de leite condensado (devo ter esquecido alguma coisa...) conseguimos iniciar as despedidas.
Partida 17:00 hs. Resolvemos ir por Piracicaba. Depois de +- 40 km de estrada um barulho nos fez parar. pensamos que o pneu tinha ido pro saco. Desci e até entender o que tinha acontecido demorou: arreb…

69. e 70.dia - Lençóis Paulista

22 e 23.09.2011
Nesses dois dias a rotina foi entre não fazer nada e entre fazer pouco...
brincadeiras à parte:
Silvano foi cuidar da manutenção do MNH, quetais troca de óleo, revisão de freio, alinhamento, etc. como faltava ajudante para o mecânico ele foi o escolhido natural (para ver se o serviço acabava mais rápido...) e também cortou o cabelo, que estava mais para capacete que outra coisa.
Eu na faxina de roupa, MH e nos cochilos a tarde. Não fui visitar ninguém, imperdoável, mas foi o que fiz.
Na quinta fomos ao Bichano tomar lanche (D.Lourdes, Regina, Silvano e eu).
Na sexta fui ao banco, procurar alguma coisa para os netos e filhas (aviso aos navegantes; nada, nada...).
Maria e Junior chegaram de São Paulo depois das 18:00. Como era aniversário da Rita fomos todos (todos não, mas muitos ...) na Pizzaria Prâmio.
Silvano, Vera, João eu fomos os últimos.
Marcamos de sair amanhã depois do almoço e quem puder virá almoçar na D. Lourdes.
Boa noite.

68.dia - Ribeirão Preto - Lençois Paulista

21.09.2011
Tenho a impressão que foi a pior noite ... o posto era pequeno, ficamos bem perto da bomba de combustível: quando abastecia muito o motor ligava e ele estava localizado bem na janela do quarto; chegava um e queria saber o que era aquilo - oMH - o frentista da noite explicava (sem saber exatamente o que era), que estávamos dormindo ali dentro; que era uma cas, outro perguntava e esse trailer que está fazendo aí?; de onde é a placa: é gaúcho, vinha olhar e dizia: Estrela!!! e assim o frentista da noite teve assunto até amanhecer.
Um posto tão pequeno e um movimento....e conhecidos que passavam só para bater papo ...
Saímos de Ribeirão Preto passava de 10:00, prá variar rolou uma "encrenca" entre nós: é prá lá, não é prá cá... e assim vivemos, um dia bem, outro nem tanto, outro bem ... tá na hora mesmo de voltar para casa!
Chegamos em Lençóis Paulista 13:00. D. Lourdes fez macarrão, comemos e fomos dormir
Lanchamos, jantamos e não saímos de casa.
De noite lavei toda …

67.dia - Catalão (GO) - Ribeirão Preto (SP)

Imagem
20 de setembro de 2011 - Feriado no RS
"Como aurora precursora
Do farol da divindade
Foi o 20 de setembro
O precursor da liberdade

Mostremos valor, constância
Nesta ímpia e injusta guerra
Sirvam nossos valores
De modelo a toda terra ....

e por aí vai o Hino do Rio Grande do Sul

Um pouco de história: em 20 de setembro de 1835, os farroupilhas liderados por Bento Gonçalves  entravam na província de Porto Alegre. Iniciou-se a Guerra dos farrapos =Revolução Farroupilha, o mais duradouro conflito armado da história do Brasil, que resultou na declaração de independência do estado do RS, dando origem à República Piratini, que durou cerca de 7 anos.
No início não era uma revolução separatista, e sim para exigir do império condições mais justas para as questões econômicas e sociais. Maiores informações ... google.
Em 2010 foi no 20 de setembro que chegamos de nossa viagem depois de 77 dias...veremos esse ano em quantos dias!!!
Voltemos ao nosso dia a dia.
Saímos de Catalão quase 10:00 hs…

66.dia - Brasília (DF) - Catalão (GO)

Imagem
Essa noite esfriou um bocado, até passei frio. Levantamos bem tarde.
Vamos almoçar na casa da Zenyr as 12:00 hs. Antes de ir para o almoço, passei no shoping para sacar graninha para a viagem.
Fernando não estava em casa, almoçamos com Zenyr e filhos.
Passamos na Luciana para devolver as revistas e nos despedir.  Enquanto Luciana e Castilho estiverem em Brasília quando possível viremos visitá-los.
A ideia é chegar a Catalão, acho muito, mas o Silvano acha que está bem. Nossa valença é que o trecho é bem plano, serra complica muito para fazer média horária boa.
Paramos em Cristalina para olhar as pedras e cristais. Compramos morangos bem cheirosos na beira da estrada.
Chegamos a Catalão passava das 20:00, com 325 km, estamos parados em um posto na beira da estrada.
Já lanchamos, novelamos, vamos banhar e dormir.
Falei com Inara, Iris e Kevin no msn com vídeo. Kevin fez um bocado de palhaçada. Saudades.
Boa noite.
SQN 103

65.dia - Brasília

Imagem
18.09.2011 - domingo
Vamos todos de motorhome para o condomínio onde Ramos e Carmo estão construindo.
Silvano foi cedo ao mercado comprar frutas, verduras e bebidas.
11:00 hs chegou Castilho/Luciana e Miltão/Maria Helena. Fernando e Zenyr vão de carro.
Marmanjos parecendo criança saindo para piquenique, só faltou a toalha quadriculada e as formigas.
Ramos e Carmo já estavam lá para nos receber. A galinhada ele já tinha feito de manhã, a mesa arrumada. Trouxemos cadeiras e tudo ficou bem arranjado na sala.
Carmo e Ramos fizeram um tour explicando o que era onde. Uma baita casa! E a vista: sem preço!!
As mulheres foram ver uma casa do condomínio decorada e ficaram de queixo caído!
O encontro foi muito bom, deu tudo certo e o papo rolou e as risadas saíram com vontade e disposição.
Silvano hoje não podia beber porque é o motorista da vez.
Enquanto o papo rolava lavei roupa no MH e até a hora de ir embora já estava sequinha.
Depois de muita comilança, bebida, melancia, bolo, café e etc. d…

64.dia - Brasília

17.09.2011 - sábado
A ressaca aqui durou o dia todo (eu não bebi, mas também dormi o dia todo).
Depois das 16:00 rolou um miojão (que nojo...).
Quando o Silvano foi caminhar, castilho passou para combinar a galinhada de amanhã para inaugurar a "laje" do Ramos e Carmo.
 Liguei para o Centro Cultural Banco do Brasil e não tem mais ingressos para o show do Jorge Mautner: Maracatú atômico homenageando Raul Seixas.
Mas vamos assim mesmo tentar na boca do caixa.
O show era 21:00, chegamos as 20:00 e tinha filona dos "sem ingressos", sentadinhos esperando... entramos na fila ...
Venderam uns 15 ingressos e parou de novo. Depois venderam alguns convites de convidados que não vieram e o caixa fechou na nossa cara. O gerente: só lamento! Acabou oficialmente!
Ok. Mas ficamos ciscando por ali, olha de cá, olha de lá e na porta do teatro, 5 minutos antes de fechar vi 4 ingressos na mão da promotora. Fui perguntar se ela ia vender e ela: se na hora de fechar não chegarem vou dis…

63.dia - Porangatu (GO) - Brasília (DF)

Imagem
16.09.2011
Temos compromisso para jantar com Luciana e Castilho, no open-house.
Para rodar: 440 km. Silvano dirigiu firme e forte até 13:00. Paramos no acostamento lanchamos e ele dormiu um pouco. Depois da cochilada ele fica novo. Eu fico pescando sentada na frente, do lado do sol, vai dando uma moleza, mas não vou dormir na cama...
Durante o dia não faço nada porque quero ficar vendo asfalto e paisagens rolar, de noite estou cansada para fazer meus "fuxicos" (costurinha, não fofoca).
Viemos por Uruaçu e São Bernardo, estrada simples, asfalto bom e trajeto mais curto.
Chegamos no nosso canto  particular - SQN 103 Bloco H - 18:00 hs.
Mal chegamos Castilho ligou para saber se já estávamos instalados. Sem problemas de novo: água e energia.
Depois das 20:00 fomos a pé para a SQN 202, porque se o Silvano beber um "pouquinho" não vai dar para dirigir a moto...
A reunião estava bem agradável: Fernando/Zenyr, Carmo/Ramos, Miltão/Maria Helena, Hudson/Cassia, nós e amigos d…

62.dia - Palmas (TO) - Porangatu (GO)

Imagem
15.09.2011
Dia de muita estrada.
Saindo de Palmas fomos parados pela Polícia Rodoviária Estadual. Em 62 dias de viagem fomos abordados 2 vezes: hoje e pela Polícia Rodoviária do Paraná (diga-se de passagem que sempre nos param no PR). Não estou reclamando de ser parada, estou reclamando de não ser parada mais vezes. Daria pelo menos a sensação de que eles estão fazendo o serviço deles. Que fazer!!
De Palmas até Porto Nacional, mesmo caminho da ida.
Chegando em Porto atravessamos a ponte sobre o Lago, o mesmo de ontem.
Ele tem +- 160 km de comprimento.
Passamos por uma balança móvel e Silvano pediu para pesar o MH: 7.800 kg.
no trecho entre Brejinho de Nazaré e Aliança do Tocantins procuramos por sombra para podermos almoçar e nadica de nada...já passava das 2 da tarde e o Silvano já verde de fome e humor no dedão do pé.
Paramos em um posto na cidade de Aliança. Almoçamos o que sobrou de ontem do jantar: escondidinho de carne-seca e salada. Bom! Uma cochilada e prontos a seguir.
A part…

61.dia - Ponte Alta do Tocantins - Palmas

Imagem
14.09.2011
Depois do café da manhã fomos atrás de comprar picanha mas estava em falta. Uma peníssima! Compramos contrafilé e voltamos.
Ontem a noite tinha queimada bem perto de onde estamos e D.Eva perguntou se íamos demorar porque se o fogo voltasse em muito pouco tempo ele chega ali onde estamos estacionados. Ela disse que ano passado muito rapidamente o fogo chegou e lambeu tudo.
Fiz o pagamento das diárias, Silvano encheu as caixas de água e partimos. Até a capital - Palmas - são 200 km. Muitas queimadas no caminho, inclusive chegando até o asfalto, dos dois lados e com muita intensidade. Deu até medo atravessar o calorão...
A estrada em alguns trechos está sendo recapeada e ficar parado no solão foi duro.
Fomos direto para o quartel: 22. Batalhão de Infantaria, mas nos encaminharam para a Vila Militar que seria mais interessante para pernoitar.
Ficamos bem alojados, com água e energia. E com autorização para usar a piscina. Foi a primeira coisa que fizemos, até esfriar o corpo.
S…